Debates e estudo de temas relacionados a Direito e Processo do Trabalho. Livros, e-books e materiais jurídicos. Pesquisas e críticas acadêmicas. Democratização do ensino. Concursos públicos. Finalidade altruística e vocacional.

IMPARCIALIDADE

O magistrado imparcial é aquele que busca nas provas a verdade dos fatos, com objetividade e fundamento, mantendo ao longo de todo o processo uma distância equivalente das partes.

INDEPENDÊNCIA

Exige-se do magistrado que seja eticamente independente e que não interfira, de qualquer modo, na atuação jurisdicional de outro colega, exceto em respeito às normas legais.

CORTESIA

O magistrado tem o dever de cortesia para com os colegas, os membros do Ministério Público, os advogados, os servidores, as partes, as testemunhas e todos quantos se relacionem com a administração da Justiça.

PRUDÊNCIA

O magistrado prudente é o que busca adotar comportamentos e decisões que sejam o resultado de juízo justificado racionalmente, após haver meditado e valorado os argumentos e contra-argumentos disponíveis, à luz do Direito aplicável.

INTEGRIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL

O magistrado deve comportar-se na vida privada de modo a dignificar a função. A integridade de conduta do magistrado fora do âmbito estrito da atividade jurisdicional contribui para uma fundada confiança dos cidadãos na judicatura.

BEM-VINDO AO MAGISTRADO TRABALHISTA

"Tenham como objetivo principal o ofício nobre e recompensador da judicatura trabalhista. Sejam mais do que meros juízes de suas vidas, sejam autênticos magistrados de suas virtudes! Vocacionem-se!" (Wagson Lindolfo José Filho)

"Acredito que quem opte pela judicatura trabalhista terá um árduo trabalho pela frente, porém será imensamente retribuído e agraciado pela justiça social, com o fornecimento de uma ordem jurídica justa para aqueles que sacrificam as suas vidas por um lampejo de dignidade. Antes de tudo, e por trás da portentosa toga, você será um autêntico médico de feridas sociais. Sua sina é a cura da desigualdade. E seu remédio é a justiça da alteridade!" (Wagson Lindolfo José Filho)

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Um milhão de visualizações


Um milhão de visualizações

Hoje, mais precisamento na data de 24/10/2018, o blog alcançou a incrível marca de um milhão (1.000.000,00) de visualizações de suas postagens, o que nos orgulha bastante. A intenção realmente é sedimentar a democratização de conteúdos jurídicos relevantes, sobretudo para aqueles que militam na seara juslaboral.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Citação do blog em acórdão do TRT-10


Citação do blog em acórdão do TRT-10

Mais uma grande notícia sobre a citação de outra postagem deste canal jurídico em decisão colegiada do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (Distrito Federal e Tocantins). A menção foi feita no dia 25 de janeiro de 2017, pelo Desembargador relator Dorival Borges, o que deu substancial suporte para o conhecimento e provimento do recurso ordinário interposto.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Citação do blog em voto divergente no TRT-4


Citação do blog em voto divergente no TRT-4

É com muita honra e entusiasmo que este blog recebe a grata notícia a respeito da citação de uma de suas postagens (Dano moral coletivo - Postulação individual) em voto divergente apresentado pela Desembargadora Tânia Rosa Maciel de Oliveira em julgamento de Recurso Ordinário no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (Rio Grande do Sul).

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Limbo jurídico previdenciário trabalhista


Limbo jurídico previdenciário trabalhista

Sabe-se que o limbo jurídico previdenciário trabalhista é aquela situação fática na qual se constata a alta previdenciária do segurado empregado mesmo com o diagnóstico de incapacidade para o trabalho por parte de sua empregadora.