Debates e estudo de temas relacionados a Direito e Processo do Trabalho. Livros, e-books e materiais jurídicos. Pesquisas e críticas acadêmicas. Democratização do ensino. Concursos públicos. Finalidade altruística e vocacional.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Dez anos de Justiça do Trabalho

Dez anos de Justiça do Trabalho


No dia 03 de julho do ano de 2016, completei exatamente dez anos de serviços dedicados exclusivamente à Justiça do Trabalho. Foi uma década inesquecível e cheia de realizações pessoais e profissionais.

Para quem não sabe, comecei a estagiar na Justiça do Trabalho exatamente no dia 3 de julho de 2006, antes mesmo da legislação atual de regência do estágio (Lei 11.788/2008). Por meio de processo seletivo no qual fui classificado em terceiro lugar, tive a oportunidade de estagiar na Egrégia Sexta Vara do Trabalho de Goiânia-GO e no Gabinete da saudosa Desembargadora Ialba-Luza Guimarães de Mello, cujo nome acompanha o edifício sede do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região.

No dia seguinte ao término de meu estágio, mais precisamente no dia 1º de dezembro de 2006, fui empossado no cargo de técnico judiciário, com lotação inicial na Egrégia Vara do Trabalho de Itumbiara-GO. Passados alguns meses, fui transferido para a capital, onde trabalhei como assistente de diversos Desembargadores e Juízes por cerca de 7 anos.

Permaneci como servidor público do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região até fevereiro de 2015, sendo que no dia 9 deste mesmo mês consegui realizar o meu sonho de me tornar Juiz do Trabalho, desta feita no Colendo Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, atuando nas Egrégias Varas do Trabalho de Ji-Paraná-RO, Rolim de Moura-RO, São Miguel do Guaporé-RO e Machadinho do Oeste-RO.

Enfim, nestes dez anos de serviços prestados a este honroso ramo especializado do judiciário, só tenho a agradecer o carinho, amizade e apoio de todas as pessoas que puderam contribuir de alguma forma com a minha trajetória profissional, sobretudo os servidores e juízes da justiça do trabalho com quem tive e tenho a oportunidade de conviver.

É uma tarefa nobre e inspiradora trabalhar com Justiça Social. Pude percorrer todos os caminhos de dentro do Judiciário Trabalhista e me dedicar ao máximo neste primeiro decênio. Sejam mais do que meros juízes de suas vidas, sejam autênticos magistrados de suas virtudes! Vocacionem-se!


Que venham mais dez anos!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...