Debates e estudo de temas relacionados a Direito e Processo do Trabalho. Livros, e-books e materiais jurídicos. Pesquisas e críticas acadêmicas. Democratização do ensino. Concursos públicos. Finalidade altruística e vocacional.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O dia da realização de um sonho!

O dia da realização de um sonho!

Acredito que o dia do encerramento do Curso de Formação Inicial da Magistratura do Trabalho, na ENAMAT, foi um dos momentos mais incríveis de minha trajetória profissional.

Lembro-me, como se fosse hoje, do discurso do então Presidente do TST, Ministro Antônio José de Barros Levenhagen. Em sua fala, ele fez uma diferenciação inspiradora entre as figuras do juiz e do magistrado, dificilmente encontrada em manuais ou obras jurídicas.
 
Dizia ele, não exatamente com essas palavras, que o juiz é aquele profissional que realiza seus afazeres dentro de uma normalidade e sem a intenção de mudança do quadro social que o circunda. É um profissional retilíneo, porém sem virtude engajadora. Já o magistrado é aquele sujeito imbuído de seu intento social e que busca a todo o momento se superar como cidadão e como um legítimo representante de um Estado Democrático e Social de Direito. É justamente a ideia de paixão e vocação para a judicatura.

Inspirem-se e persistam! Sejam mais do que meros juízes de suas vidas, sejam autênticos magistrados de suas virtudes! Vocacionem-se!

Postagem original do Facebook, datada de 12/06/2016.
 

Reações:

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...